Siga-nos!

 

 Facebook Twitter LinkedInYou tube

 

 

 

Dúvidas Freqüentes

 

A depilação com IPL é dolorosa?
A sensação de dor é algo muito pessoal, mas a Luz Pulsada Intensa em si, é praticamente indolor. A sensação de calor pode incomodar um pouco e parecer um pouco com uma picadinha, mas não causar dor.
A depilação com Luz Pulsada é definitiva?
Não. Hoje em dia não existe nenhuma técnica que permita a eliminação total dos pelos. A fotodepilação elimina os pelos de forma progressiva e substancial. Durante o tratamento os pelos são eliminados e os que restam nascem mais finos, ou seja, dificilmente voltarão a ser como antes do tratamento, a menos que haja um problema hormonal. Depois de terminado o tratamento, se aconselha fazer anualmente uma manutenção para garantir a ausência ou pouca quantidade de pelos. Desse modo o resultado pode seguir durante vários anos.
A fotodepilação com IPL pode ser feita em todas as partes do corpo?
Não. Não se pode realizar o tratamento em áreas lubrificadas por mucosa ou áreas como a sobrancelha em que o disparo pode alcançar diretamente os olhos. No restante das áreas o tratamento pode ser realizado.
A luz pulsada é uma técnica agressiva para a pele?
A fotodepilação trabalha com calor e, portanto, durante seu tratamento deve ser aplicado um creme que, além de hidratar, acalme a pele. Também é importante seguir as orientações dadas no início do tratamento para que se garanta que a pele não sofra nenhum tipo de agressão.
A luz pulsada serve para todo tipo e cor de pelo?
Não. Qualquer pelo que tenha algo de cor (entre o loiro e o preto) pode ser eliminado com a IPL, pois a luz atua sobre a melanina, que é responsável pela cor do pelo. Já no caso dos pêlos brancos, que não têm melanina, o tratamento não terá resultado.
Além da durabilidade da depilação, quais as vantagens da fotodepilação sobre a depilação à cera?
A grande vantagem da fotodepilação em relação à cera é realmente eliminar a preocupação em estar constantemente depilando! Outras vantagens são que a fotodepilação não escurece a pele e dificilmente encrava os pelos como ocorre freqüentemente com a depilação à cera. E nosso tratamento é mais higiênico e cômodo, já que a área não fica com resíduos de produtos e nem utiliza produtos reaproveitados.
Existem contra-indicações?
Antes de iniciar o tratamento serão realizadas várias perguntas para detectar possíveis contra-indicações como, por exemplo, diabete, epilepsia, se está tomando algum tipo de medicamento que possa ser fotossensível, gravidez ou em fase de amamentação, quelóide, dentre outras.
Laser é o mesmo que Luz Intensa Pulsada (IPL)?
Não exatamente. Apesar do resultado e o princípio de destruição do pelo serem semelhantes, essas duas luzes trabalham diferente. A lPL é uma técnica mais moderna que o laser e trabalha com diferentes comprimentos de onda. Isso permite um tratamento mais suave (menos doloroso) e que pode tratar diferentes tipos de peles e de pelos. Já o laser, trabalha com um só comprimento de onda.
Mulheres grávidas podem fazer o tratamento?
Não, pois nessa fase há alterações no sistema hormonal. Durante a amamentação também não é indicado antes do 3º mês. E caso fique grávida durante o tratamento, este deve ser interrompido.
Pessoas de pele morena escura ou negra podem fazer o tratamento com Luz Pulsada?
Não é aconselhável o tratamento para esses tons de pele, já que a Luz Pulsada pode confundir o excesso de melanina com a pigmentação do pelo. Já em tipos de pele morenas mais claras se pode realizar o tratamento.
Posso praticar esporte depois de fazer a sessão, ir à sauna ou tomar banho quente?
Não. Como a luz pulsada trabalha com calor é importante que a pele não ganhe mais calor do que já recebeu na sessão. Por isso, 48hs depois da sessão é fundamental intensificar esse cuidado, ou seja, evitar exercícios físicos, sauna, exposição direta ao sol, banhos quentes, etc. No dia do tratamento também se sugere que a pessoa use roupas de tecidos leves e evite roupas apertadas.
Posso tomar sol antes ou depois de fazer o tratamento?
Não. O bronzeamento escurece a pele e a Luz Pulsada pode confundir a pele muito bronzeada com a pigmentação do pelo. Por isso é fundamental se proteger do sol no mínimo por 15 dias antes e depois do tratamento. Por isso, use sempre protetor solar com mínimo FPS 30 para se proteger dos raios UVA e intensifique os cuidados logo antes e depois da sessão, principalmente se a área tratada é facial. Se estiver sido exposta ao sol e está com um tom de pele diferente do seu natural, é importante avisar ao profissional responsável pelo tratamento.
Quantas sessões necessito para tratamento completo de uma área?
Em média, são necessárias de 6 a 8 sessões de fotodepilação, mas é importante destacar que pode variar de pessoa, pois depende de diversos fatores como: cor e espessura do pelo, cor da pele, metabolismo hormonal, etc. Vale lembrar que a pele é um órgão vivo e está sempre se regenerando, então podem surgir novos pelos. Por isso, sugerimos que seja feita a sessão de manutenção.
Se eu tiver poucos pelos, posso eliminá-los em uma só sessão?
Não. O pelo só é destruído durante a fase de crescimento e em uma mesma área, os pelos podem estar em diferentes fases de seu ciclo. Então, mesmo tendo pouca quantidade, é necessário fazer várias sessões para assim atingir todos os pelos na fase em que podem ser eliminados.

 

 

   

 

Clínica Gisele Cario | Rua Conde de Bonfim, 44, sala 1105, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 20520-053  | Todos os direitos reservados.